No meio de tanta loucura, pressa e falta de sentimento, criei um único lugar onde algo faria sentido,pelo menos para mim. Um lugar para confortar e acolher pequenas idéias e grandes sentimentos, embora a indiferença de muitos.

sexta-feira, abril 27, 2012

Apelo


Quanto tempo há
No tempo em que passamos juntos, flor?
Nenhum.
E quanta distancia havia?
Agora há mais.

Corresponde-me, ama-me,
Consome-me a mim por completo.
Me toma,
De longe, de perto,
De todos os lados.
Com os olhos, a fala, a mão.
Me engana e me faz feliz
Por todo o tempo do mundo - o nosso mundo,
Que quase existiu,
Por não mais que um segundo.

Um comentário:

Carine de Oliveira disse...

Perfeito! E triste...