No meio de tanta loucura, pressa e falta de sentimento, criei um único lugar onde algo faria sentido,pelo menos para mim. Um lugar para confortar e acolher pequenas idéias e grandes sentimentos, embora a indiferença de muitos.

sexta-feira, março 04, 2011

Um elefante


         Oh, pequena rosa, tu, que para mim és tão grande. Não se vá, em meio aos ventos. Fica, me dá tua proteção. Tu, pequena rosa, és para mim, tanto quando a grande árvore é para outros. Tu, pequena flor, e somente tu, me abriga de tudo em tua tamanha vermelhidão. Pois, rosa, sou uma simples formiga, e sem ti, sou apenas elefante.

2 comentários:

Cake' disse...

não consegui entender ._.

Arthur Moura disse...

não precisa.